Medalhas


Medalha da Academia Pernambucana de Medicina

O colar acadêmico contendo uma medalha dourada entregue ao acadêmico no dia da sua posse. Instituída pelo Presidente da Academia Pernambucana de Medicina em 1975, o Prof. Fernando Figueira. Cunhada em metal dourado, tendo em uma das faces o Brasão da Academia circundando o nome da Academia e a data de sua fundação e na outra o número da cadeira do acadêmico ocupante, o nome do Patrono e o nome do acadêmico

Medalha do Mérito Médico Prof. Fernando Figueira

Proposta pelo acadêmico Edmundo Machado Ferraz, foi instituída a partir de 9 de março de 2008, destina-se a agraciar médicos que tenham se sobressaído pela cultura, capacidade profissional, bons serviços prestados à classe e à comunidade e pela fiel observância dos preceitos éticos da profissão, sem que integrem a Academia Pernambucana de Medicina. Cunhada em metal dourado, tendo em uma das faces a efígie do fundador da APM, que dá nome à insígnia, com a inscrição: Medalha do Mérito Médico Prof. Fernando Figueira. E na outra o brasão da instituição com as palavras latinas: Sapientia in Profundis. Circundando essa face posterior a inscrição: Academia Pernambucana de Medicina.